Assine agora| Versão impressa
Publicado em 20/04/2018 às 11:39h - Atualizado em 20/04/2018 às 11:51h Por: Editores

Pinhão - A venda é proibida em qualquer época do ano.


Site

Da redação

Desde 1.º de abril está liberada a colheita e comercialização de pinhão no Paraná. Mas a permissão vale apenas para os frutos maduros, quando a pinha apresenta coloração verde-amarela ou marrom. A venda da pinha verde é proibida em qualquer época do ano.

Segundo o professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Flávio Zanette, que há 30 anos estuda o assunto, ele nunca observou tanto pinhão verde circulando no mercado, o que é muito preocupante. “Neste ano, os extrativistas estão colhendo e vendendo pinhão que estaria maduro somente daqui 30, 60 dias”. E isso é perigoso. O pinhão verde, além de não ter sabor, proporciona riscos à saúdee, e pode provocar problemas digestivos e condições para intoxicações por fungos, devido ao alto teor de umidade do pinhão verde”, explica.

Legislação

Quem desrespeita as regras de colheita e comercialização do pinhão pode responder criminalmente pela ação e também está sujeito a multa, que varia de acordo com a quantidade de produto irregular apreendido.

A mesma portaria do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) que define as normas para colheita, comercialização e consumo do pinhão, também proíbe o abate de pinheiros adultos e com pinhas entre os meses de abril e maio. Pela regra, o corte da árvore só poderá ocorrer se ela oferecer riscos ou houver algum interesse social ou de utilidade pública. Nesses casos, o abate deve ser autorizado.

Denúncias sobre a venda irregular de pinhão e demais infrações ambientais podem ser feitas no site do IAPou diretamente nos escritórios regionais do órgão ou na Polícia Ambiental.


Galeira de imagens






Ver em PDF


Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99101.3543

E-mail
joelglup@gmail.com

Telefone
(44) 3026-8585
Como pretende gastar o seu 13º salário?






Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan