Assine agora| Versão impressa
Publicado em 04/08/2017 às 16:02h - Atualizado em 04/08/2017 às 16:40h Por: Redação III

Alerta: Amianto causa câncer, segundo Organização Mundial da Saúde


Site

*Redação

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) faz um alerta sobre os riscos do amianto. O mineral que é usado principalmente para a fabricação de telhas de fibrocimento, foi comprovado como cancerígeno. Respeirar as fibras do amianto é o suficiente para desenvolver mesotelioma (tumor maligno no tecido que envole os pulmões) e asbestose, ou "pulmão de pedra", endurecimento do pulmão que leva à morte lentamente por perda de ar. As doenças relacionadas ao amianto são consideradas incuráveis e podem levar muitos anos para se manifestar.

O uso da fibra é uma grande catástrofe de saúde pública. A Organização Mundial de Saúde concluiu que o amianto causa mais de 100 mil mortes por ano no mundo. O mito do "uso controlado" foi desmestificado por um estudo da OMS, que afirma: não existem limtes seguros para o uso do amianto. A única saída é o banimento e a substituiação por outros materiais. Por isso, mais de 60 países já baniram totalmente essa matéria-prima.

O Brasil, no entanto, ainda não é um deles. Por aqui, os interesses econômicos e o lobby das industrias tê prevalecido. entidade que representam trabalhadores adoecidos e o Ministério Público do Trabalho se articulam para que o amianto seja banido e os trabalhadores não sejam mais expostos a esse material cancerígeno, já que existem fibras nao cancerígenas para substituí-lo.

Quem corre mais riscos?

Os maiores atingidos são empregados e ex-empregados de fábricas que usam amianto como matéria-prima, assim como pessoas que trabalham na construção civil e manutenção de produtos com amianto. mas também estão expostas todas as pessoas que têm algum contato com o amianto: familiares destes trabalhadores, vizinhanças de minas ou fábricas e o consumidor que adquire produtos com amianto.

O que fazer se você foi exposto?

Se você foi exposto, é necessário entrar em contato com a APREAA - Associação Paranaense dos Expostos ao Amianto ou com o Observatório do Amianto, espaço de articulação construído pelo Ministério Público do Trabalho no Paraná, pela Universidade Federal do Paraná - Hospital de Clínicas, pelo Hospital Erasto Gaertner, pela Secretaria Estadual de Saúde, pela Secretaria de Saúde de Curitiba e pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social - Superintendência Regional do Trabalho no Paraná. 

 

Fonte: http://g1.globo.com/pr/parana/especial-publicitario/apreaa/noticia/a-organizacao-mundial-de-saude-alerta-amianto-causa-cancer.ghtml?utm_source=afiliada&utm_medium=materia_pub&utm_term=chamada&utm_content=apreaa&utm_campaign=rpc








Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99115.2018

E-mail
joelcardoso@globo.com

Telefone
(44) 3026-8585
PREFEITURAS - Classifique os 100 dias de governo





Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan