Assine agora| Versão impressa
Publicado em 05/10/2017 às 00:18h - Atualizado em 04/10/2017 às 23:18h Por: Editores

Vereador mais votado de Maringá poderá ter mandato cassado?


Site

Redação

Com um currículo impecável e disposição de abandonar cargo no Tribunal de Contas do Estado (concursado), mesmo com um salário razoável (R$ 15 mil/mês) e ganhar notabilidade pelas ações feitas na capital paranaense, o vereador mais votado nas últimas eleições em Maringá, Homero Marchese (PV) ganhou certa impopularidade após divergir e confrontar temas polêmicos  envolvendo seus próprios colegas edis, setores da imprensa e discursos inflamados na tribuna com denúncias e críticas nem sempre aceitas pelos pares.

 

            Surpreendentemente, o vereador mais votado nas últimas eleições em Maringá, com 6.573 votos, acabou se envolvendo em muitas polêmicas, inclusive desentendimentos públicos, como ocorreu em junho passado com o vereador Jean Marques, também do Partido Verde. Resultado, a própria sigla partidária municipal resolveu pedir a abertura de uma comissão processante (CP) com objetivo dos vereadores julgarem seu Marchese deve ou não ter seu mandato cassado. O pedido foi protocolado na tarde desta quarta-feira (4)

            A sessão desta quinta-feira (5) na Câmara Municipal deverá ser efervescente, pois o documento deverá ser lido durante a sessão 9com transmissão pela TV Câmara) e em seguida, os vereadores deverão votar se aceitam ou não a abertura da Comissão Processante. Estatuariamente para abrir a CP é necessária a maioria simples dos votos.Como todos que acompanham a política maringaense tem conhecimento, Homero criou muita inimizade com a posta política que adotou.






Ver em PDF


Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99115.2018

E-mail
joelcardoso@globo.com

Telefone
(44) 3026-8585
PREFEITURAS - Classifique os 100 dias de governo





Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan