Assine agora| Versão impressa
Publicado em 27/04/2018 às 22:10h - Atualizado em 26/04/2018 às 22:10h Por: Editores

Quinta-feira do cão. Vivo fixo aposta na impunidade e zomba do Procon


(Somente esta MEI ecebeu seis boletos indevidos na base da pressão para que as linhas fossse restabelecidas.)
Site

(Somente esta MEI ecebeu seis boletos indevidos na base da pressão para que as linhas fossse restabelecidas.)

 

*Redação

A Vivo/GVT ou vice versa implantou em praticamente o dia todo desta quinta-feira (26) um verdadeiro clima de terrorismo comercial em boa parte de seus clientes em Maringá. Tudo começou por volta das 10h30 da manhã, quando a central distribuidora da operadora localizada na Rua Júlio Meneghetti sofreu danificações causando o rompimento de diversos terminais telefônicos na zona sul, em especial no Jardim Novo Horizonte. Por volta das 18h30 desta quinta-feira a conexão de internet, mesmo com os modernos fios óticos estavam em ritmo de carroça.

Aproveitando o caos, a operadora aproveitou para enviar diversos boletos para pagamentos questionáveis para que as linhas fosse restabelecidas. Somente a Editora On Line Jornalismo recebeu pelo menos seis faturas que estarão sendo questionadas junto ao Procon, que já acumula algumas dezenas de reclamações contra a operadora. Segundo uma das atendentes, que não quis se identificar, o Procon de Maringá não tem a plataforma ideal para atender a demanda contra a operadora.Pelo visto, a Vivo/GVT está apostando na impunidade e na ineficácia de ação do Procon. Com a palavra, Calazans.






Ver em PDF


Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99115.2018

E-mail
joelcardoso@globo.com

Telefone
(44) 3026-8585
Agora, já encerrada a FLIM, cite quatro bons momentos em sua visita?






Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan