Assine agora| Versão impressa
Publicado em 06/10/2017 às 00:00h - Atualizado em 06/10/2017 às 22:23h Por: Editores

Postagens polêmicas encerram a semana nos perfis da rede social


Site

*Editor

 

01- No início deste mês de outubro, quando já transbordava o clima inóspito entre o vereador Homero Marchese, alguns de seus pares e setores da imprensa de Maringá, o editor da RCP registrou a seguinte proposta: um debate público abordando esse e outros temas com transmissão ao vivo pela TV Câmara e outros canais no Youtube com regras bem claras.

O editor da Revista Conexão Paraná chegou a propor ser o mediador ou apresentar uma lista tríplice de jornalistas suprapartidários e sem condutas tendenciosas para a formatação do debate. Alguns fingiram que não leram, outros aplaudiram a ideia mas de forma unilateral, outros ainda previram: “a cova política do vereador está sendo preparada”. Deu no que deu.

02- O ex-secretário José Luiz Bovo está usando seu perfil na rede social para postar críticas e farpas contra a atual administração comandada por Ulisses Maia. Em uma das mais contundentes postada hoje (6), chegou a patrocinar (pagar) a própria publicação afirmando que Ulisses está tendo muito conforto com os gastos públicos em razão das sobras deixadas pela gestão passada. Alguém está mentindo?

 

03- Como sempre acontece opiniões antagônicas sempre fizeram parte da democracia e da liberdade de expressão em situações polêmicas. Mas nada comparadas ao episódio envolvendo a (s) agressão (ões) contra o jornalista Angelo Rigon. Algumas razoáveis foram mantidas nos comentários dos perfis envolvidos. Outras, ocultadas ou deletadas pelos conteúdos nocivos.

 

04- A reportagem está acompanhando o drama de uma assinante da Revista Conexão Paraná em relação a operadora de seu plano de saúde. Segundo ela relatou, o plano está colocando obstáculos para renovar o contrato no meio de seu tratamento de câncer, contrariando uma determinação judicial.

Ela conta que era beneficiária de um plano de saúde contratado por seu marido e que após a morte dele, o plano deveria ficar vigente por mais cinco anos. A operadora, porém, tentou encerrar a cobertura em três anos. Após uma decisão judicial, foi obrigada a manter a cobertura. Além disso, deveria garantir a renovação do contrato, o que não tem ocorrido. Tudo indica que o imbróglio deverá ter várias etapas e no momento certo a redação da RCP deverá  escancarar toda a situação.
 

 


 

 






Ver em PDF


Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99115.2018

E-mail
joelcardoso@globo.com

Telefone
(44) 3026-8585
PREFEITURAS - Classifique os 100 dias de governo





Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan