Assine agora| Versão impressa
Publicado em 18/08/2018 às 00:03h - Atualizado em 17/08/2018 às 22:03h Por: Editores

Facebook tornou-se órgão oficial da SEMUC? Culpa de quem?


Site

(Foto: chilena Carola Saavedra (foto), escritora, tradutora Divulgação)

*Joel Cardoso

 

Talvez a falta de informações sobre cada contratação para a FLIM 2018 nem seja de total responsabilidade do secretário de Cultura e seus principais assessores, mas o (s) culpado (s) precisam ser localizados e responsabilizados. As informações continuam muito vagas para conhecimento do público. A comissão "joga" um nome sem informar quais os integrantes da comissão que indicaram esse nome, quanto será o cachê e o período que permanecerá a disposição dos visitantes da FLIM.
 

A mais recente contratação é da chilena Carola Saavedra (foto), escritora, tradutora, vencedora do Prémio APCA de melhor romance, 2008, por Flores azuis, e do Prêmio Rachel de Queiroz, categoria jovem autor, 2010, por Paisagem...Neste final de semana, após o prefeito Ulisses Maia ter ouvido críticas setoriais na movimentação que antecede a Feira Literária, foi até elogiável um os assessores de Miguel Fernando ter se colocado a disposição para dar informações sobre o evento.

O assessor lembrou que “todas as informações podem ser encontradas no Facebook”. Parece que o secretário de Cultura elegeu mesmo a página como “órgão oficial da SEMUC”, mas sua formatação é muito amadora, com postagens incompletas e imprecisas. Precisaria de um profissional que acompanhasse todas as movimentações preliminares das reuniões que antecedem a FLIM, inclusive com autonomia e liberdade de divulgar todas as informações.

Preferencialmente um jornalista sem ligações ou comprometimento com os demais integrantes da assessoria de comunicação da Prefeitura. Não por ineficiência de seus integrantes, mas pela falta de tempo do setor em acompanhar e divulgar as novidades que começam a ser mais frequentes com a aproximação da FLIM 2018. Não havendo dotação orçamentaria para esta contratação, há uma outra solução:

Que cada movimentação do setor viesse acompanhado com as regras básicas da comunicação, do tipo “quando, quem, quanto, porque e todas as in formações necessárias para melhor compreensão do público. Da maneira que está sendo feita não pode continuar. Jogar goela abaixo informações soltas como vem acontecendo, depõem contra a capacidade gestora do prefeito e do secretário nomeado por ele. Claro que o espaço está aberto para outras sugestões.

*Jornalista em Maringá

 

 






Ver em PDF


Endereço
Rua Martin Afonso, 1587
Jd. Novo Horizonte - Sede Própria
WhatsApp
(44)99115.2018

E-mail
joelcardoso@globo.com

Telefone
(44) 3026-8585
Agora, já encerrada a FLIM, cite quatro bons momentos em sua visita?






Copyright© - Portal Glup
Central de Atendimento | Anuncie no Glup
JC Mantovan